string(84) "https://dev.emaisgoias.com.br/wp-content/uploads/2019/06/Avatar_No-Ponto-150x150.png"
Goiânia 2020

Cobiça pela vice de Iris

Eventual vice numa chapa do prefeito é cobiçada pelo presidente da Câmara de Goiânia e desejada por Caiado


Altemar Santos

Do Mais Goiás | Em: 15/07/2019 às 09:47:10


Eventual vice numa chapa do prefeito é cobiçada pelo presidente da Câmara de Goiânia e desejada por Caiado
Eventual vice numa chapa do prefeito é cobiçada pelo presidente da Câmara de Goiânia e desejada por Caiado

Presidente da Câmara de Goiânia, o vereador Romário Policarpo chegou ao comando do Legislativo municipal com apoio de colegas que pregavam e defendiam maior independência da Casa em relação ao Paço. Assim tirou a chance de reeleição do então presidente Andrey Azeredo (MDB).

Uma vez na presidência, Policarpo seguiu o script. Mas isso por pouco tempo. Logo depois buscou aproximação com o prefeito Iris Rezende (MDB) e, segundo seus colegas da oposição, embora o discurso ainda seja de independência, Policarpo tem se mostrado na Câmara mais aliado do emedebista do que o seu antecessor.

O que está claro nos últimos dias é o que pode ser a verdadeira intenção do vereador Policarpo, um agente licenciado da Guarda Municipal de Goiânia: se tornar vice-prefeito numa chapa encabeçada novamente por Iris Rezende que, apesar dos 85 anos de idade, tem sinalizado o desejo para uma possível candidatura à reeleição.

Para isto, Policarpo defende até gastar R$ 1 milhão em propaganda na TV e jornais para “divulgar as ações e trabalhos” da Câmara de Goiânia, o que reforçaria a sua própria imagem entre os eleitores da capital. Também já deixou claro que vai mudar de partido, podendo ser o Patriota ou PRB (ou outro que se encaixar melhor nas suas ambições eleitorais). Tudo isso como pano de fundo para uma eventual candidatura à prefeito, cujas chances eleitorais são mínimas. O que tem ficado claro, para alguns vereadores, é o real jogo de Policarpo: se cacifar politicamente (e depois eleitoralmente) para ser o próximo vice de Iris Rezende.

Caso o emedebista seja mesmo candidato à reeleição, a vaga de vice na sua chapa será disputadíssima. Inclusive pelo grupo do governador Ronaldo Caiado (DEM), que busca maior aproximação com Iris, e pelo grupo do ex-governador Maguito Vilela (MDB), aliado de longa data do prefeito. Todos com um olho na sucessão estadual de 2022.


Publicidade