Economia

Fiscais de Goiânia encontram variação superior a 500% em comidas de festas juninas

Pesquisa realizada pelo Procon Goiás com 74 itens mostra que alimentos variam entre um estabelecimento e outro



Receita de canjica com sete ingredientes podem significar economia de R$ 8. (Foto: Reprodução)
Receita de canjica com sete ingredientes podem significar economia de R$ 8. (Foto: Reprodução)

Os alimentos utilizados para preparar pratos típicos das festas juninas podem ter variação de preço de até 531,65% nos supermercados de Goiânia. O número é resultado de pesquisa realizada pelo Procon Goiás em 12 estabelecimentos de Goiânia e que checou 74 itens como amendoim vermelho, milho de pipoca, fubá, paçoquinha, frutas e legumes.

A variação de 531,65%, a mais alta encontrada, foi a da batata doce roxa, encontrada em um estabelecimento a R$ 0,79 e em outro a R$ 4,99. Outro alimento com variação grande entre os supermercados foi o milho verde (a pesquisa analisou preços de pacotes com 5 espigas). Enquanto em alguns locais o milho estava a R$ 1,99, em outros foi vendido a R$ 5,99 o que caracteriza uma variação de 200%.

O gerente de pesquisa e cálculo do Procon Goiás, Gleidson Tomaz, explica que para muitos consumidores o preço unitário dos produtos é pequeno e, por isso, não há pesquisa comparativa entre mais de um estabelecimento. “Para mostrar a importância de pesquisar, nós montamos a receita de uma canjica com sete ingredientes. Esse prato pode custar desde R$ 18,45 até R$ 26,46 é uma variação de 43% ou R$ 8 de economia em uma única receita”, conta.

Gleidson alerta que substituir marcas pode fazer a diferença no preço final das compras. A caixinha de creme de leite de 200 gramas, por exemplo, foi encontrada com valores de R$ 3,09 até R$ 4,79 quando analisada a mesma marca em supermercados diferentes. Contudo, o mesmo produto foi de marcas distintas teve variação de 141%.

O gerente de pesquisa informou que , na comparação entre 2017 e 2018, os alimentos do ramo de hortifruti foram os que representaram maior variação. Mais uma vez, a batata doce roxa foi a que teve preços mais variados entre os dois anos e chegou a 10,5%. Gleidson acredita que os valore elevados pode ser consequência do desabastecimento causado pela greve dos caminhoneiros.

Cuidados

Para garantir que as receitas juninas sejam preparadas sem maiores transtornos, Gleidson recomenda que o consumidor se atente para prazos de validade, latas amassadas e aspecto do produto. Já nos itens a granel, os supermercados são obrigados a oferecer o preço visível, a data de validade e a pesar o produto na frente do consumidor.

Caso essas regras sejam descumpridas, o consumidor pode acionar o Procon pelo telefone 151.