Cidades

MPGO e PC cumprem mandados em Niquelândia e Anápolis contra investigados por fraude na Educação

A operação, intitulada Golpe de Mestre, investiga a falsificação de certificados e documentos para promoção de servidores da Secretaria Municipal de Educação de Niquelândia




O Ministério Público de Goiás (MPGO) e a Polícia Civil cumprem, na manhã desta terça-feira (11), mandados contra investigados de fraude em promoções de servidores públicos em Niquelândia e Anápolis. São três mandados de prisão temporárias, 16 conduções coercitivas e quatro mandados de busca e apreensão.

A operação, intitulada Golpe de Mestre, investiga a falsificação de certificados e documentos para promoção de servidores da Secretaria Municipal de Educação de Niquelândia, no norte do Estado. A operação realizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Niquelândia, pelo Centro de Inteligência do MP e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpre os 23 mandados com apoio de 31 policiais civis.

Segundo o promotor Augusto César Borges de Souza, titular da 1a Promotoria de Justiça de Niquelândia, instituições de ensino fraudavam certificados que eram usados para justificar a promoção de servidores públicos.

 

Por nota, a Prefeitura de Niquelândia informou que vai contribuir com as investigações e se comprometeu a tomar medidas administrativas contra aqueles que tenham cometido irregularidades. Confira o texto na íntegra:

“Sobre a operação ‘Golpe de Mestre’, realizada nesta terça-feira, pelo Ministério Público de Goiás, em Niquelândia; a Prefeitura Municipal enfatiza que contribuirá com as investigações no intuito de esclarecer a participação de servidores públicos municipais no possível esquema de fraude de certificados e documentos. Posteriormente, assim que forem levantados os envolvidos, a gestão municipal se compromete em tomar medidas administrativas no intuito de responsabilizar os funcionários que participaram do esquema fraudulento. Ressaltamos ainda que a atual gestão não compactou com a suposta fraude e espera que todos os fatos sejam esclarecidos o mais rápido possível para que os envolvidos sejam punidos.”

Publicidade