Presidente nacional do PSB diz que Elias Vaz deve se candidatar à Prefeitura de Goiânia

O deputado federal acaba de assumir a presidência regional do partido no lugar da ex-senadora Lúcia Vânia


Bárbara Zaiden

Do Mais Goiás | Em: 10/05/2019 às 17:36:50



O presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, disse que o deputado federal Elias Vaz deve se candidatar à Prefeitura de Goiânia nas eleições de 2020. “Eu, pessoalmente, defendo a candidatura do Elias à Prefeitura de Goiânia. Acho que ele deve ser candidato. A direção nacional do partido vai dar todo o apoio possível”, disse, durante a convenção da legenda em Goiânia, na tarde desta sexta-feira (10).

Elias Vaz assumiu, nesta sexta-feira, a presidência do diretório regional do PSB, em Goiás. Ele afirmou a legenda vai lançar candidato em Goiânia, mas que ainda não há nenhum nome definido. “Vamos nos esforçar muito para construir, nesse processo eleitoral para prefeito, para que o partido saia bem fortalecido nas eleições do ano que vem”, disse.

Em 2018, Elias foi eleito deputado federal com 74.877 votos. A maioria ena região metropolitana de Goiânia: além da capital, os maiores números de votos foram em Senador Canedo, Trindade e Aparecida de Goiânia. Enquanto o deputado concedia entrevista coletiva à imprensa e respondia sobre a possível candidatura, o senador Jorge Kajuru gritou ao fundo “vai, sim. Vai lançar, sim!”.

Na última semana, Kajuru teria dito que o partido negociava a saída da vereadora Dra Cristina (PSDB) do partido tucano e que ela seria uma possível candidata à prefeitura da capital. A informação foi noticiada pelo Jornal Opção. Ao Mais Goiás, a vereadora não confirmou nem negou a informação e disse que aguarda a convenção do partido, no final do mês, para decidir se vai se manter na legenda.

O Ministério Público Federal (MPF) impetrou ação contra o prefeito de Goiânia, Íris Rezende (MDB), e o secretário municipal de Educação, Marcelo Ferreira da Costa. Além disso, o ex-vereador e atual deputado estadual, Alysson Lima (PRB), foi ao plenário da Câmara Municipal de Goiânia para apresentar processo de pedido de impeachment do prefeito Iris Rezende. Contudo, ele foi impedido de falar.

Também participou da convenção do partido, nesta sexta-feira, a senadora e ex-jogadora de vôlei, Leila Barros, e o deputado Alysson Lima. A vereadora Priscila Tejota (PRB) e do vereador Lucas Kitão (PSL) também foram vistos no evento.